Home Coronavírus no Mundo PIECLEX tecido inventado por japoneses destrói bactérias e vírus

PIECLEX tecido inventado por japoneses destrói bactérias e vírus

Empresas japoneses desenvolveram um tecido capaz de emitir eletricidade capas de destruir vírus.

430

As empresas japonesas, Teijin Frontier e Murata Manufacturing inventaram um tecido chamado de PIECLEX que é capaz de utilizar o movimento para gerar pequenas quantidades de eletricidade, destruindo bactérias, micróbios e vírus.

Segundo os inventores, o tecido PIECLEX pode ser usado tanto em roupas para diminuir odores corporais a materiais de proteção, como máscaras, aventais, que são extremamente necessários na luta contra a pandemia do coronavírus.

A produção da pequena eletricidade do PIECLEX é gerado pelo movimento de esticar e contrair dos tecidos, particularmente quando as pessoas se movimentam, a eletricidade é tão pequena que o usuário não pode sentir, no entanto é capaz de eliminar bactérias, micróbios ou vírus sobre ou dentro do tecido, afirmam as empresas japonesas.

“Fomos capazes de impedir a proliferação e tornar inofensivos 99,9% das bactérias e vírus que testamos”, falou uma porta-voz da Empresa Murata Manufacturing à AFP.

Imagem: Reprodução/ AFP

De acordo com as duas empresas, Teijin e Murata, o interesse pelo tecido é real para produtos como materiais de higiene (máscaras, fraldas…), utilização industrial como filtros e roupas esportivas, os desenvolvedores tem como próximo objetivo testar a eficácia do PIECLEX contra o novo coronavírus.

O principal impeditivo que as empresas estão tendo é problemas para conseguir o vírus para testes, por conta dos regulamentos rigorosos sobre o gerenciamento de doenças infecciosas pelos órgãos competentes.