Home Coronavirus no Brasil Governo do RJ não reabrirá Hospitais atrasados

Governo do RJ não reabrirá Hospitais atrasados

Pasta da saúde decide não reabrir hospital atrasado por ter um alto custo mensal para manter hospitais de campanha.

324

Deste o começo da pandemia até agora, o Rio de Janeiro registrou ao todo mais de 96.133 casos confirmados e 8.875 mortes pelo coronavírus. O Brasil ultrapassou a marca de 1 milhão de casos, cerca de 1.086,990, e 50.659 óbitos.

Segundo relato à TV Globo feito pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, foi elaborado um estudo técnico não recomendando, ou seja, reprovando a inauguração de hospitais de campanha que ainda não foram abertos.

A justificativa da Secretária da Saúde do estado do RJ, é que existe uma redução na ocupação dos leitos de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva), com 55% de ocupação tendo um enorme custo mensal para permanecer com as atividades de um hospital de campanha.

Imagem: Reprodução/Estadão Conteúdo

Mesmo com o estudo apontando a possibilidade de uma segunda onda do coronavírus, o governo do Rio de Janeiro afirma que poderá propiciar assistência para toda população com a ativação de leitos que no momento se encontram impedidos.

A promessa do governo do RJ era que 7 hospitais de campanha já estivessem em funcionamento, porém apenas dois estão abertos, um na região de São Gonçalo, e o do Maracanã.

Fernando Ferry, médico e secretário de Saúde do Rio de Janeiro disse que deixará o cargo e pediu desculpas à população, e que tentou fazer o melhor.